31 de out de 2007

O dia que o sol brilhou nas Ilhas Faroe

Para quem não sabe, as Ilhas Faroe são um arquipélago no norte da Europa. É tão distante e fria que sua localização é ao norte da Islândia....
O clima lá é bizarro: no inverno, temperaturas negativas; no verão, a máxima não chega aos 10ºC. O céu é sempre nublado e os ventos congelantes do ártico são rotina.
Sua população não chega a 48mil. A maioria mora na capital Tórshavn.
As Ilhas Faroe não são consideradas um país independente: ainda são oficialmente parte da Dinamarca, apesar de terem ganhado bastante autonomia nos últimos anos.
E o que esperar da seleção de futebol local? Em sua primeira participação em torneios oficiais, o time amador das Ilhas Faroe conseguiu bater a Áustria por 1-0. Acompanhe nesse vídeo o histórico gol do craque Torkil Nielsen, em jogo válido pela Eurocopa de 1992. A felicidade do narrador é absurda...

30 de out de 2007

Androceu no Tim Festival ( I )


Cheguei ao Tim Festival, do dia 28 de outubro, domingo, devia ser umas cinco da tarde. Não peguei fila...Cheguei, e já estavam entrando. Na hora da revista básica, comprovei, mais uma vez, como a minha idéia de colocar um monte de lixo e tralha na mochila pode ser boa: nenhum policial tem saco de ficar me vendo retirar da minha sacola um montante surpreendente de sucata. Aí sempre consigo entrar com a água, as duas barras de cereais e meu punhal...Tá, uma barra de cereal.
Para o próximo evento, prometo que farei algo especial na hora da revista. Ao invés de papeis, garrafas vazias (sim, a idéia funciona, pois no meio disso tudo, mesmo eu parecendo um homem do saco, consigo despistar a atenção dos policiais e entrar com o que eu quiser, sem precisar deixar nada para trás) e outras merdas, apresentarei um magnífico show de ilusionismo. Saca só:

“Senhor, pode abrir a mochila pra eu ver?”
“Claro, claro!”
“Hum...Papel, celular, chaves...”
“Só isso? Posso entrar?”
“pode, pode...”
“calma, calma, bitchô...Veja isso antes que eu entre...”
“Oh! Um coelho!”
“E não é só isso...veja, nada nesta mão, nada nesta outra...e Cazam!”
“Oh! Quantas pombas que saem de sua mochila! Uau!”

É, aí entrei. Pronto...estava no Tim Festival. Esses festivais grandes são legais até, porque atraem gente bem estranha. Fui com uns amigos meus; um deles é estudante de engenharia e a cada minuto virava pra mim e começava a apontar os freaks que desfilavam entre o público.

“Nossa, como pode! Cada figura! Olha, olha, aquele cara tá tão chapado que tá falando com a própria mão! E aquele outro, de cabelo rosa e...e...ah! É um vestido o que ele tá usando???”
E eu:
“I, cara, você esqueceu que eu faço jornalismo?...e na PUC! Você não viu nada ... tsc, tsc, tsc..."

É, ao contrário do meu amigo, não via nada além de um bando de gente que, tentando ser um mais diferente que o outro, formavam uma multidão de usuários de calças jeas justas, tênis converse (ou nike SB) e camisas listradas ou de bandinhas underground do norte da Escandinávia. Sem falar dos alargadores! Putz...Chegou uma hora em que eu simplesmente tirei o meu e guardei. E, para minha surpresa, acho que eu era o cara mais estranho do evento, sem meu alargador...

As bandas gringas que vem tocar aqui sempre têm uma vantagem, que permite a elas conseguirem uns gritinhos e uns aplausos, mesmo quando o som é uma bosta: é só o vocalista gritar: “Sáo Páoloooo...Braziiil!!!”. Só o Spank Rock contablizou 5646487894 “Sáo Paolos” durante sua apresentação. A gente, que tem banda que tá começando, como é que faz? Eu vou chegar no meu show e, vendo que o público não está cantando junto e nem gritando, gritar: “vamu lá, São Paulooo!” Ou vão achar que sou “sãopaulino”, e um monte de corintiano vai vir pra cima de mim, ou então serei vaiado.

Ah, quer saber? Depois continuo o texto. Considere esse como sendo a primeira parte, ok?
bruno (ouvindo Style Council)

A Fantástica Fábrica de Fazer Qualquer Merda pra Comer às Quatro e Meia da Tarde do Androceu

De volta. Ou não.

Receita: Macarrão com Brócolis.

Ingredientes:
Moedas, chaves e chinelos(que podem ser substituídos por tênis ou sapatos de salto-agulha)


Modo de Preparo:
Conte as moedas de seu recepiente armazenador de trocos(vulgo “porquinho”) e junte uma porção delas no seu bolso;
Coloque seus chinelos ou tênis(ou então sapatos de salto-agulha, no caso de você ser um traveco);
Pegue as chaves, abra a porta de sua casa e vá até o supermercado mais próximo. Lá, procure nas gôndolas um pacote de “Pratos Bem Estar Maggi – Pasta com Brócolis”, se dirija até um caixa, pague, e volte para casa;
Siga as instruções do pacote e voilá! Uma refeição “gostosa”, “nutritiva” e de baixo teor de gordura, prontinha pra você!


Rendimento:
Varia muito, indo de uma escala de 11 e meio Mários Bucci até 0,24 Max Fischers. Mas, pode ficar tranqüilo: pra um pé-rapado que nem você a porção vai dar e sobrar. E o melhor: você nem precisa se preocupar em dividir com a tua mãe, já que a clientela anda mais movimentada que nunca e ela pode comprar coisa bem melhor pra comer do que esse bagulho aí!


p.s.: se você quer uma coluna culinária regular, bem escrita e com receitas de verdade, vá pedir pra tua mãe.

29 de out de 2007

coisa boba que mata o tempo.

Já passou mais de uma semana e...Já se passou mais de um mês. E...Já completou um ano? Não, não. Nossa! E tudo muda tão rápido...


Sabe, a gente nunca dá valor a nada. Dizemos, de forma banal, que ainda bem que eu tenho meus pais, que ainda bem que posso estudar, que, graças a deus, tenho uma casa pra morar e que é pecado isso ou aquilo.

Certo, certo...

Mas eu não tenho mais você.

E daí? O que faço? Partir pra outras vias? Conhecer novas mulheres que, como se entrassem na minha mente, pudessem apagar você da minha memória?

Você é grande! E você é maior que tudo. Você não sai tão fácil de mim; já estou totalmente impregnado de sua voz nos meus ouvidos, de seu cheiro e de seu gosto em meus sentidos...Agora, estou diante da janela. Você passa. Mas não é você. E você acena. Mas poderia ser você.

Certo, certo...

Androtrash: Hips Don't Lie - Shakira

Mais uma perola que me mandaram. Essa veio recomendada por um amigo meu que foi morar na Espanha e passa os dias entre as touradas, vendo os jogos do Real Madrid e tomando tequila ( sabe-se lá como ele achou um bar mexicano em Madri...)




E com isso surge o Androtrash. Mais uma coluninha semanal do Androceu para a alegria de da nossa fiel clientela ou pelo menos para fazer um dos membros do Blog morrer de rir por alguns minutos...

Se vc tem um vídeo trash que quer recomendar, é só deixar no comentário aki embaixo...

26 de out de 2007

Musa da semana: Debbie Harry old school style!



vocalista do Blondie. sem comentários.

25 de out de 2007



uma possibilidade.

24 de out de 2007

Aprenda a fazer uma matéria de capa em 3 passos rápidos

A coisa é essa: eu não sabia o prazo – melhor: não me foi dado nenhum prazo – então eu dei uma relaxada. Aí o cara me liga na terça, e pergunta como é que tá indo. E eu digo pô, cara, nem comecei ainda. Deu pra sacar que ele não gostou muito. Peço um prazo. Ele não fala, fica meio fode nem sai de cima. E então gentilmente eu ofereço: vou fazer pra essa quinta, que é que você acha?
Parece que ele achou bom.

E agora é quarta-feira, mais ou menos seis da tarde, e eu continuo na mesma da terça à noite. Uma hora e meia de entrevista pra ouvir – coisa que eu não vou transcrever ma nem que o papa apareça aqui em casa. Vá lá, só se ele pedir com jeitinho.

De qualquer modo, vou tratar de outro assunto. Sr. Max Fischer, editor-chefe,fundador, mantenedor majoritário, capo de tutti capi e Zé ruela mor deste blog, me deu a sugestão de republicar o pulp merda. Não fui muito com a cara da idéia porque não gosto de requentar e remexer em coisa velha.

Dependendo da opinião popular, talvez até role. Mas tem que pedir com jeitinho.



p.s.:Pra quem é saudosista, tem um site que salva páginas antigas de quase tudo quanto é site. Procurei por blogandroceu e achei umas coisinhas. É bem pouca coisa, só pra matar a saudade mesmo. Aí vai o link : http://web.archive.org/web/20070630033858/blogandroceu.blogspot.com/2007/03/satisfao-imaginria.html

Abençoada seja a Intenet...

...pois sem ela não haveria de encontrar tal nobre jóia!



"Não vale mais chorar por ele '' do Bonde do Maluco!!!

E uma grande pergunta: O que é pior? As rimas, eles cantando ou a atuação brilhante dos atores no clipe?

23 de out de 2007

Elefantes se embriagam, derrubam poste e morrem eletrocutados


Parece piada, mas não é.

Veja a notícia mais esdrúxula de 2007. Saiu na Folha Online.





23/10/2007 - 06h02


da Efe, em Nova Déli


Pelo menos seis elefantes asiáticos, entre eles três filhotes, morreram eletrocutados depois de se embriagarem com cerveja e baterem em cabos de alta tensão no nordeste da Índia, informou hoje uma fonte oficial.
O incidente aconteceu neste domingo, no povoado de Chandan Nukat. Uma manada de cerca de 40 elefantes bebeu por engano a cerveja de arroz preparada pelas tribos da região de Meghalaya. Em seguida, eles começaram a correr pelos arrozais.
"Um dos elefantes tentou esfregar o lombo num poste elétrico, que não resistiu ao seu peso e caiu. O animal, então, sofreu um contato direto com o cabo de alta tensão", disse o ativista Dipu Marak, em declarações à agência indiana "Ians".
Várias testemunhas e funcionários disseram que viram o elefante, um macho adulto, retorcendo-se de dor e barrindo. O som atraiu vários outros, que sofreram o mesmo destino.
"Era patético ver a um elefante atrás do outro se eletrocutando diante de nossos olhos. Morreram seis no total, inclusive três filhotes", disse um ancião do povoado, T. Sangma.
"Mais elefantes poderiam ter morrido. Mas alguns dos aldeões conseguiram afastar do cabo o resto da manada", acrescentou.
Nos últimos meses, houve vários casos de elefantes causando danos em áreas de Meghalaya e na região vizinha de Assam, especialmente nos povoados onde as tribos elaboram cerveja de arroz, disse à "Ians" o especialista Kushal Konwar Sharma.
Os elefantes embriagados se enfurecem com facilidade e destroem choças e celeiros, além de atacar os habitantes das aldeias.
O aumento de ataques contra pessoas também se deve, segundo os especialistas, ao fato de que seu habitat está cada vez mais ameaçado pelas atividades humanas.
Na região de Assam, os elefantes mataram 239 pessoas nos últimos cinco anos. No mesmo período, 265 deles morreram, a maioria vítima de atos de vingança de humanos.
Assam e Meghalaya têm cerca de 6 mil elefantes asiáticos.

A voz que salva e o que tem a ver o mundo com isso (parte 4 e final.)*

Livre, você é livre? Sente-se livre, então, agora? Livre, finalmente? De quê? Daquela sensação ruim de estar preso a algo? E de sentir que uma angústia o consome por dentro? Estamos sempre com a impressão de que devemos, agora sim!, dar um basta à pressão que nos limita. Essa opressão, ela é, afinal, exterior a nós? Muitos de nós acham que podem, um dia e de uma vez por todas, alcançar algo. O que? A felicidade, deus, materiais? Ainda crêem que seus corpos estão com as marcas de seus sofrimentos passados; a renovação plástica é pensada e repensada, mas o que esperam mesmo é a salvação eterna de suas almas. Talvez essa distinção entre corpo e alma seja meramente simbólica; é certo que somente nossa mente é dona de nossas lembranças e desejos.
E é bom que haja no mundo quem queira a liberdade absoluta. O ser livre que nunca existiu em nossa história é o que move o ser oprimido de nossas vidas de agora. E do sempre. Como é mais fácil nos depararmos com eventos que evocam, em nós, um certo desconforto e uma dissonância com a realidade e com o que esperamos dela (ou idealizamos), a felicidade e a fortuna favorável sempre inclinam mais para o campo das fantasias do que para o nosso mundo real. Tudo o que diz respeito ao bem-estar do homem, no sentido de suas realizações de desejos individuais, está vinculado a um universo lúdico e imagético. E comparações são inevitáveis: quando, por exemplo, acreditamos que encontramos a pessoa que nos completa – o amor “de nossas vidas”, expressão essa acompanhada pela idéia de que achamos quem possa nos completar (a alma gêmea) – “linkamos” o fato real (estar com a pessoa amada) ao universo irreal – dizemos, assim, que “estamos sonhando” ou que, então, “só pode ser um sonho” estar ao lado de tal pessoa. O mesmo vale para outros momentos em que satisfazemos algum desejo muito forte; é freqüente vir a nossa mente, no momento de alegria e prazer, metáforas que indicam a semelhança entre o realizar um desejo e a fuga da realidade, sendo esta uma das possibilidades de sairmos do sofrimento.
Quando nos encontramos numa situação de amargura ou angústia, a idéia de pesadelo é comum, mas procuramos admitir que se trata, de fato, da realidade, a tão sofrida e árida realidade; e logo desabafamos que “nessa vida, nada é fácil”.
Por que damos créditos ao nosso mundo de imaginação e de sonhos, quando estamos num momento considerado bom? A realidade de nossas vidas está aí para nos atingir constantemente com pedradas? O que é tudo isso que nos incomoda, e que, ao mesmo tempo em que nos permite contemplarmos a vida como ela é, nos exige sempre uma reação? Quem sorri do meu lado, que felicidade é essa?

* as outras partes foram publicadas no antigo Blog Androceu e devidamente não-salvas. Como o Blog Androceu antigo não existe mais, as partes 1, 2 e 3 foram devidamente extintas. Grato pela compreensão.

18 de out de 2007

A última carta.

Não sabia como me dirigir a você, querido, mas penso que assim é melhor. A distância entre nós não é maior do que em meus sonhos ultimamente.

Eu tenho motivos para me desesperar. Porra, tudo desabou em cima da minha cabeça! O bom é que, no sentido figurado aqui, não saí ferida; apenas com algumas seqüelas, claro. Mas sabe? É no meio dos escombros que a gente vê o quanto é pequena e imperceptível: diante do seu sofrimento, tudo é maior que você. É uma pena, mas tem gente que recebe isso como um trauma, e é pequeno o resto da vida. Porém, no meio dos escombros, a gente vê que ainda respira, e quiçá se mexe, mas está vivo. Uma semana sem...sem...
E daí?
Quem pode se afundar mais? Alguém que está na miséria e que não tem nem onde morar?

Eu percebi que você me tinha como um ideal, um algo superior. Mas, acorde! Sou tão humana quanto você! Você queria me encontrar nas estrelas, mas sequer tinha a sorte de me surpreender com um sorriso na porta de casa...Dizia que poderia me encontrar no Espaço, só nós dois...E eu perguntava que como você fazia isso, me deixar daquele jeito? Se você sempre estava lá no alto, eu nunca saí daqui de baixo. Sua estrela aqui, querido, nunca existiu...
Mas sinto sua falta agora.

O que tenho feito, senão jogar conversa fora, dar umas voltas por aí e me cercar de futilidades? Arte, arte, arte! Chega de arte! Ela só serve para o artista! E mesmo sabendo disso, vivo nesse mundinho irreal. A mulher que sabe de arte, mas não a produz! Ah, também choro, e não sei de quê.
Ontem sai andando aqui de casa, fui até o fim da minha rua, virei a esquina, virei outra e mais outra...Quem me visse tão desorientada assim, logo pensaria que eu era louca. E talvez seja. Mas como ainda tenho dúvidas dessa loucura, sei que não a tenho, pois senão seria uma falsa louca. E talvez seja isso mesmo o que eu seja! E você? Já se sentiu assim? Andei tanto, mas tanto, que cheguei onde eu queria chegar, acho: em mim mesma. Descobri-me? Aí, não sei...
Em casa, bem cansada e sozinha, pois todos viajam ainda, despi-me. De frente ao espelho, descobri-me? Não sei. Mas vi-me por completo, queria saber como realmente estou. Sem nada que pudesse me esconder de mim mesma! Abri-me, aproximei-me do espelho, toquei-me, senti-me, examinei-me e fiz poses, afastei-me e gemi. E ainda, depois, vi suas estrelas, sem você por perto. E saiba que naquele momento senti pena sua. Sei que gostaria muito de me possuir da mesma forma como eu o tinha feito! Um prazer só meu...

Quando seremos novamente um par; é isso o que quer saber?

Sei que você é forte...Faça você mesmo algo para manter-se bem...Conheço você e ainda mais sua capacidade de lidar com a dor. Eu.

Um beijo...

Nat.

17 de out de 2007

Utilidade pública

Use sempre camisinha...



É a versão resumida para o youtube, a completa você, sua mãe, o padeiro e a torcida do Flamengo podem ver nesse link dakí: http://charges.uol.com.br/bobagens_ver.php?bobagem_pk=1291

16 de out de 2007

Fatos sobre o Capitão Nascimento

  • Quando Capitão Nascimento fez o curso para entrar no BOPE, apenas duas pessoas se formaram: MacGyver e Capitão Nascimento. Jaspion desistiu logo após se tornar xerife.
  • Deus pediu pra fazer o mundo em 7 meses. E o Capitão Nascimento gargalhou bem alto: “É um fanfarrão mesmo! Faça em 6 dias, sr.Um! 6 dias e nenhum segundo a mais!”
  • Capitão Nascimento dorme com a luz acesa, não porque ele tem medo do escuro, mas o escuro teme ele!
  • Capitão Nascimento joga roleta russa com uma arma inteiramente carregada, e ganha.
  • A farda do Capitão Nascimento é preta porque nenhuma outra cor quis ficar perto dele.
  • Capitão Nascimento dorme com um travesseiro debaixo de uma arma.
  • Principais causas de morte no Brasil:

1º Ataque do coração

2º Capitão Nascimento

3º Câncer

A opção 1 é a maior porque a maioria dos bandidos morrem do coração quando vêem o Capitão Nascimento.

  • O Capeta queria entrar no BOPE, mas o Capitão Nascimento fez ele desistir apenas dizendo: “666, Você é o novo xerife!”
  • Chuck Norris começou a ser treinado no BOPE, mas desistiu quando o Cap. Nascimento gritou pra ele: “Sr.C, você é o novo xerife”.
  • Bin Laden ainda estar se escondendo porque Capitão Nascimento não mandou ele sair.
  • Capitão Nascimento não sai de lugar nenhum devendo ninguém, sempre põe na conta do Papa.
  • Capitão Nascimento não tem medo da morte, a morte tem medo dele.
  • Quando Deus disse “Que se faça a luz!”. Capitão Nascimento falou “Tá de sacanagem, Sr. 01? Tá com medinho do escuro, Sr. 01?”
  • Getúlio Vargas não cometeu suicídio, ele só pediu pro Capitão Nascimento: “Na cara não, pra não estragar o velório.”
  • Quando Deus resolveu criar o Universo foi pedir permissão ao Capitão Nascimento e ele respondeu: “Senta o dedo nessa porra!”
  • A roupa do Super-Homem era preta até o Capitão Nascimento dizer: “Tira essa roupa preta porque você não é caveira. Você é moleque! E a partir de hoje vai usar a cueca pra fora da calça.”
  • Chuck Norris usava roupa preta até o Capitão Nascimento falar pra ele: “Tira essa roupa por que você não é caveira, você é moleque!!!”
  • Capitão Nascimento trabalhou como negociador da polícia. Seu trabalho era ligar para os seqüestradores e dizer: “Pede pra sair!”
  • Tropa de Elite estreiou no cinema e Renan Calheiros foi assistir ao filme. Ao ouvir o Capitão Nascimento dizer: “-Pede pra sair! Pede pra sair!” não tinha certeza se era com ele mas, por via das dúvidas, pediu 45 dias de licença.
  • Quantos Capitão Nascimento são necessários para trocar uma lâmpada? Nenhum, Capitão Nascimento também mata no escuro.
  • Uma vez um dinossauro chamou o Capitão Nascimento de frouxo… uma vez…
  • Criaram 2 clones do Capitão Nascimento, um deles tinha 1/4 de sua força e lhe chamaram de Bruce Wilis, outro tinha 1/2 da força e lhe deram o nome de Chuck Norris.
  • Quando o mundo corria perigo, Jack Bauer disse que resolveria em 48 horas, mas aí o Cap. Nascimento gritou: “O senhor é um fanfarrão, senhor B, o senhor tem 24 horas, senhor B!”
  • Se você está vivo hoje é sinal que o Capitão Nascimento gosta de você…ainda
  • O último que entrou no orkut do Cap. Nascimento foi expulso de lá com um scrap dizendo: “Pede pra sair, porra!”
  • O Capitão Nascimento não tem vírus no PC. Quando ele é infectado, ele apenas digita “O senhor é o novo xerife, senhor vírus!” e o vírus se auto-deleta.
  • Se você riu desses fatos sobre o Capitão Nascimento é melhor comentar, porque Capitão Nascimento sabe onde você mora playboyzinho de merda e está indo para aí com sacolas, vassouras e a tua mãe, aspirante de merda.

Massa até 2010



A Ferrari acaba de anunciar a renovação de contrato de Felipe Massa até o fim de 2010, ou seja, Massa irá correr mais três temporadas na escuderia do cavalo empinado. O acordo atual vencia no fim do ano que vem. Tudo indica um desejo de continuidade da equipe, já que Raikkonen também está prestigiado pelos lados de Monza e também deve renovar até 2010 em breve.

Ótima noticia para quem é fã do garoto. O Brasil, que já foi tantas vezes campeão com os imortais Senna e Piquet estava mal representado por Rubinho. Massa pode ser a redenção de centenas de brasileiros, embora irá lutar pelo título com uma geração brilhante que tem em Hamilton seu maior expoente.

Um anúncio que põe fim a boatos. A notícia pode ser resumida a isso para quem não gosta do estilo Massa de dirigir.

Com isso também acaba a novela Alonso-Ferrari e as novelas Alonso-McLaren e Alonso-Renault ganham mais um capítulo.

Massa, em dois anos defendendo as cores de Maranello, venceu 5 corridas, entre elas o GP do Brasil de 2006, sua maior conquista.

Esse ano terá bis?

11 de out de 2007

untitle #1


Musa da semana e da profissão


Uma homenagem a mais brava jornalista que pisou em BSB nos últimos anos. Ou você acha que é fácil ser amante do Renan?

9 de out de 2007

Celebridades viram carros-chefe dos pequenos partidos

Viola e Ronaldo. O que esses dois ex-jogadores de futebol têm em comum? Muitas coisas, mas existe uma que você provavelmente não conhecia: Os dois serão candidatos a algum cargo público em 2008.
O motivo da candidatura de várias celebridades é que os partidos querem puxar votos para outros candidatos nem tão conhecidos entre o eleitorado.
A utilização de puxadores de voto não é um fenômeno recente. Paulo Maluf sempre foi um bom puxador de votos. Nas eleições de 2006, Maluf recebeu mais de 739 mil votos para deputado federal por São Paulo e ajudou o PP a eleger mais um punhado de parlamentares. Outro puxador famoso foi Enéas, que com 1,5 milhões de votos, conseguiu colocar mais 4 pessoas do seu PRONA no governo.
O PPS, por exemplo, escalou a apresentadora de TV e vereadora Soninha Francine para disputar a Prefeitura de São Paulo em 2008. O iatista Lars Grael, dono de duas medalhas olímpicas, deve ser o vice na chapa encabeçada por Soninha.
O time de famosos do PPS inclui também a cantora Gretchen, a musa do Carandiru, que deve disputar a Prefeitura de Itamaracá (PE). Por fim, ex-goleiro Ronaldo Giovanelli, que ficou conhecido pela expressão “EXPALMA RONALDO!!!”, deve sair candidato a vereador em São Paulo.
Mas não é só o PPS que irá se utilizar de famosos para conseguir votos nas próximas eleições. O diretório paulista do PTB tem uma lista extensa de famosos que pretendem conquistar uma das vagas na Câmara dos Vereadores de São Paulo. O apresentador Sérgio Mallandro, o estilista Ronaldo Esper, o ex-atacante do Corinthians Viola, o cantor Rafael Ilha, a modelo Renata Banhara, a ex-vedete e jurada Marly Marley e a apresentadora Cristina Rocha são os principais nomes do time de celebridades do PTB. Para a Câmara de Vereadores de Santos, o PTB terá Serginho Chulapa como candidato.
Mas a grande sensação do pleito deve ser a candidatura de Oscar Maroni Filho, proprietário da boate Bahamas, que irá disputar a prefeitura de São Paulo.
“Oba! Eu vou votar nele” comentou um colega de redação do blog ao ler o último parágrafo por cima do meu ombro.
Sabrina Sato, a conhecida japa do Pânico também foi convidada a participar desse time, mas recusou o convite alegando falta de tempo e também porque se decidisse participar do pleito, Sabrina precisaria ficar fora da TV por alguns meses.
O presidente do PPS, Roberto Freire, disse que acha um absurdo o preconceito de parte da população com a candidatura de "celebridades". "Percebo que há uma discriminação contra artistas. Há uma forma negativa de associar as candidaturas de famosos com suas opções pela vida pública."
Para Freire, não é a profissão do candidato que fará dele, se eleito, um melhor ou pior político. "Tem gente que não é artista nem celebridade, mas deu péssimos exemplos no exercício da atividade parlamentar."

7 de out de 2007


Não penso na vida não penso no tempo frio não penso nos preços que sobem não penso na política não penso na justiça não penso nos mendigos não penso nas crianças abandonadas não penso nos rios não penso no paraíso não penso nos programas de tv não penso no que está escrito não penso no que me dizem não penso em Cristo não penso em Hitler não penso na música não penso em amigos não penso o que precisam os miseráveis não penso no fim do mundo não penso que vou morrer um dia não penso em mim não penso nas drogas não penso no aborto não penso no socialismo não penso nos movimentos sociais não penso na cura da aids não penso nos que morrem desnutridos não penso em carros não penso em mecânica não penso no que me faz cair não penso em Deus não penso na salvação de todos não penso no diabo não penso na literatura não penso em Einstein não penso nos vegetarianos não penso no aquecimento global não penso em extra terrestres não penso no som não penso no sucesso não penso na família não penso na união dos povos não penso na mídia não penso em Freud não penso nas prostitutas não penso no sexo não penso na TV não penso no país não penso cristianismo não penso em religião não penso e crise aérea não penso cpmf não penso em desemprego não penso em Iraque não penso em Bush não penso no sol não penso em funk não penso em cinema não penso em yoga não penso em ética não penso saúde não penso em muita coisa não penso no meu pensamento.

Porque não posso. Não consigo.

4 de out de 2007

CineAndroceu apresenta: "Josias - El basicão"






Mas será que a Fernanda é bonita? O blogAndroceu foi atrás e conseguiu uma fota da musa do Josias na comunidade oficial do vídeo. O menino pode não ser muito normal, mas bom gosto ele tem.



Fernanda Noel, a musa de Josias.

E temos a faixa extra : Mário GTA


2 de out de 2007

ESPUTACHO A DOIS

Se você assiste a programas como Entre Linhas, Café Filosófico, Provocações e Ensaio, não pode perder de ler o Esputacho A Dois, do Blog Androceu. Trata-se, antes de tudo, de uma oportunidade de diálogo entre um incompreendido pela sociedade e um cara do blog que tem tempo de ouvi-lo, ou pelo menos fingir que se interessa pelo assunto bizarro que traz seu “entrevistado”.



E começamos com: Bruno de Pierro, na posição de incompreendido e Max Fischer, o cara que provoca!


Com a finalidade de se esclarecer um dos textos mais polêmicos e incompreendidos do Blog, “O Céu. E eu com isso?”, cujo autor, Bruno de Pierro, misturou, num diálogo curto e sem grandes pretensões estilísticas, um lunático perdido no espaço, uma atendente de sorveteria e o tão simbólico “sorvete de pêra”; o já aclamado membro-fundador do BlogAndroceu e filósofo pós-futurista, Max Fischer, curador da sério Esputacho a Dois, se reuniu com Pierro para uma conversa franca sobre seu texto.
Se os escritos estão ficando mais obscuros, nada melhor do que reunir um “expoente da filosofia de bar e do estádios”, como o próprio Fischer se autoproclama, com o criador de “O Céu...”, para, se não interpretarem de forma pontual o texto, ao menos colocar umas luzes que auxiliem a leitura. Sim, pois se há uma coisa que não se deve fazer é procurar a verdade em seus textos. “Por incrível que pareça, um sorvete de pêra é, empiricamente se falando, um objecto que, se por um lado tem seu caráter fálico inconscientemente arraigado, por outro se trata do símbolo de nossas utopias, ou mesmo de nossos desejos mais profundos. Todo mundo tem, no fundo, um sorvete de pêra dentro de si”, explica Pierro.
Veja na íntegra o bate papo, que foi realizada por meio do MSN (por isso, para se manter o clima cibernético, evitamos corrigir os pequenos erros de ortografia, bem como mantivemos as abreviações, neologismos e derivados):

Max diz:
e vc ainda me deve uma resposta viu: qual é a graça em ter o sorvete de pêra?
b_ diz:
po, max..achei q vc já tinha a resposta!
Max diz:
Eu sei o que ele significa, agora a pergunta: qual é a graça em lutar por algo que de antemão vc sabe que nunca irá existir? Ou será que pensei errado e a "sorvete" existe para o senhor Pierro?
b_ diz:
quem seria a "sorvete"? pq não existiria?
Max diz:
Lembra que a minha teoria era que o sorvete era a garota perfeita?
b_ diz:
perfeito, prossiga.
Max diz:
Citando um filme: Não existe a garota perfeita e sim mil garotas boas para você.
Max diz:
Logo não existe a "sorvete de pêra" e sim vários "sorvetes" que podem servir
b_ diz:
hum...certo..
b_ diz:
prossiga.
Max diz:
a pergunta seria: Será que o Bruno tirou a grande sorte de achar um sorvete de Pera entre tantos sabores possiveis?
b_ diz:
bem, vc sabe q sorvete de pêra é raro, certo?
Max diz:
cherto... assim como a garota perfeita... um quase-mito eu diria
b_ diz:
quantas coisas são feitas, por exemplo, com a laranja, com a uva, até com o limão!?
b_ diz:
é difícil vc encontrar manufaturados e industrializados à base de pêra.......bala, sorvete, chiclete..etc..etc..
Max diz:
várias, mas essas mesmas coisas são feitas com peras também
Max diz:
perae... eu já vi bala, sorvete e cliquete de pera
b_ diz:
então, naquele meu texto, a personagem, um homem, diz não saber se está no céu ou no inferno, mas logo constata: está na terra; prova disso é que está na sorveteria, que representa o seu mundo.
b_ diz:
sim, mas estou usando a pêra metaforicamente, comparando-a a uma iguaria rara hehe
Max diz:
a mulher pefeita ;-)
b_ diz:
enfim...e na "sorveteria", o rapaz exige que a atendente lhe dê o que ele quer...mas ele não pode ter isso....
b_ diz:
pode ser a mulher perfeita..mas ai fica a critério do leitor...sei lá..pode ser uma mulher, um carro, saúde, ver o Corintinhas campeão, passar no vestibular...etc...
Max diz:
e como ele não pode ter o que deseja irá colocar fogo no mundo?
b_ diz:
quando ele diz que ama a atendente, pode-se dizer que ele está, na verdade, amando seu próprio sofrimento ou, então, trata-se de uma pessoa que procura a própria dor, e que se coloca sempre numa posição inferior aos outros...
Max diz:
Modo pasquale on: Vai ser desinfeliz lá na zona sul
b_ diz:
irá destruir não o mundo, mas o "seu" mundo, ou seja, sua persona.
Max diz:
bruno e suas personagens suicidas e ironicas... ninguem merece...
b_ diz:
evidentemente, o rapaz está em conflito consigo mesmo, e não com aquilo que o cerca.
b_ diz:
mais alguma pergunta?.
Max diz:
quem matou Thais?
b_ diz:
ouvi falar que foi um tal de Olavo....
b_ diz:
que provavelmente estava lutando pelo seu sorvete de pêra...
b_ diz:
Viu, max...É mais ou menos como aquela "estória" do Matraga....
Max diz:
Essa peça não te fez nada bem
Max diz:
ou no final da história fez?
b_ diz:
não diria a peça..
b_ diz:
não, mas ainda gosto do Rosa..
Max diz:
Do de la rosa, piloto da f-1 *e bruno cai da cadeira*
b_ diz:
Não, do Guimarães mesmo ¬¬




**Esputacho a Dois: sempre um debate totalmente pertinente para sua família**






por: Bruno de Pierro e Max Fischer

1 de out de 2007

Talvez não exista




Nas últimas semanas passou por desafios. Não, melhor: provações. Teve que provar que agüenta o tranco. Pôde, finalmente, chegar e dizer que esteve no fundo do poço. Que viveu a dor mais aguda, e que ninguém o entenderá. Entendem sim. Mas, enquanto esteve por baixo, quis, e custou para isso, acreditar que ninguém o entendia. Mas, tudo bem...Ao menos ele viu que o mundo está dentro dele, e ele, dentro do mundo. Sentiu-se, após retornar de baixo, um frio; porque viu que estava em cima e porque, na posição em que se encontrava, de total liberdade, viu que estava livre, inclusive, do conforto e da segurança que a dor dava a ele. Sim, pois quando se está no fundo do poço, ao menos se está escondido e protegido; quando subimos, expomo-nos a tudo e a todos. Engraçado. São preocupações tão comuns que o deixaram daquele jeito. Que andando, voltando de um passeio, leu numa parede: “AQUI É MELHOR DO QUE VOCÊ”. Então, caminhou até o muro onde estava escrita esta frase. Sentou-se. E, achando que finalmente estava em outro lugar, sentiu-se melhor. Acreditava que não estava mais em si. São aparências, claro, mas estava bem, pois estava em outro lugar.


foto: Bruno de Pierro