31 de out de 2008

EU APÓIO CARLOS MASSARICO

Como membro derrotado no primeiro turno, mas com uma votação maciça de 4% do eleitorado facista de esquerda, declaro meu voto a Carlos Massarico, do Partido Xenófobo. Ele, como eu, defende o facismo de mercado, o que é deveras salutar!

Massarico fez, Massarico faz!

PS: A fim de evitar sanções do Google, declaro que esta é uma peça de ficção. Meu apoio a Massarico, sim, é real.

Mandioca agridoce

Foi no primeiro ano. Sem estágio ou outras pressões do gênero, nossos maiores problemas eram organizar churrascos e seminários e achar um local para fazer hora extra na faculdade após o término da aula do dia.
Enquanto a mandioca frita, também conhecida como macaxeira para alguns e capixaba para alguns puquianos que acompanham as aventuras androceuticas desde seu primórdio, íamos bebendo nossa cerveja e discutindo algum tema de importante relevância para aquele momento em que a universidade passava: Egon, nosso professor de C.E.V era ou não era um espião dos ursinhos carinhosos dentro da PUC?
Quase uma hora depois, o tão famigerado prato chegou a nossa mesa e junto com ele uma cestinha com pacotinhos de Zero Cal e sal. Era o começo do desastre.
Tomado por um princípio de embriaguez, um dos membros da mesa acabou se confundindo e abrindo um pacote de Zero Cal e começa a despejá-lo sobre as pobres mandiocas fritas. Quando alertado sobre seu erro, todo o conteúdo do saquinho já havia sido despejado, fazendo que todos tivessem que comer uma mandioca agridoce.
Por que estou me lembrando disso? É que a história se repetiu recentemente. Não foi nos arredores da PUC e os atores eram outros, mas mais uma vez alguém confundiu um saquinho de sal com de adoçante fazendo que todos tivessem que experimentar essa iguaria gastronomia brasileira.
História velha, mas merece ser relembrada de vez em quando...

29 de out de 2008

A democracia ianque

Vá lá. Os sistema dos caras é estranho já na convenção. No Brasil, os mais prudentes, dizem, ao menos, que a convenção deles mobiliza o eleitor, coisa que aqui é mais uma esbórnia. Agora, o financiamento de campanha é tão desigual quanto no Brasil. Ninguém fala.

Perplexos com o furor da economia neoliberal nos esquecemos da estupidez que é deixar que o poder econômico e o aporte de empresários impere sobre a eleição. Lá parece nao haver limite de gastos e já na convenção milhões são dispendidos.

A despeito do nosso entreguismo, que acha que a democracia norte-america é mesmo uma bela democracia e que lá não há insanos como Levi Fidelix e outros, digo o que ouvi da proposta de Mcain sobre educação: privatizar o sistema educacional. Nem com a crise parecem a prender...

Visita (in)útil

Bom, vocês sabem que não sou adepto da blogosfera, da rede mundial de blogueiros interconectados, da propagação de conteúdo via páginas pessoais...mas vale a pena ver isso aqui:

http://mccainblogette.com/

Este é o blog de Meghan (sim, com "H") McCain, filha do candidato à presidência dos EUA.

Coisinha fofa...

26 de out de 2008

Nosso garoto

Após os resultados meio que antecipados do segundo turno, só com muita cachaça pra aguentar. Mas, apesar dos pesares, a gente até que recebe algum notícia boa, que não dá pra deixar de mostrar pra geral. Vai um printscreen, pra quem duvida da minha ideoneidade:

Bruno de Pierro vence o primeiro turno das eleições androcêuticas

da Redação


Bruno de Pierro, do PPT (Partido dos Pseudo Trabalhadores), venceu a primeira etapa do pleito para o cargo simbólico de administrador do blog. Ele teve 38% dos votos.
Bruno terá como adversários no segundo turno Carlos Massarico, do PX (Partido Xenófobo), que ficou com 26% e também Thomas Pacheco, do PPP (Partido dos Paraquedistas Perdidos), que teve 16%.
Está programado um debate entre os três para a próxima semana, no tradicional PODCAST do Androceu.
Alianças- Os bastidores do blog estão agitados logo após a divulgação dos resultados. Novas alianças para o segundo turno estão sendo negociadas. Alan M., candidato do Partido do Alborghetti, foi o primeiro a admitir o apoio a Bruno: "Temos que evitar o avanço dos xenófobos a qualquer custo".

Confira os resultados oficiais da eleição:

1ºBruno de Pierro (PPT) Partido dos Pseudo Trabalhadores-38%
2ºCarlos Massarico (PX) Partido Xenófobo- 26%
3ºThomas Pacheco (PPP) Partido dos Paraquedistas Perdidos- 16%

4ºAlan Mariasch (PAL) Partido do Alborghetti- 8%
5ºLuiz Mendes (PAFE) Partido Fascista de Esquerda- 4%
Max Fischer (PVC) Partido dos Vagabundos Corinthianos- 4%
6ºGustavo Silva (PACU) Partido das Coligações Unidas- 2%
7ºJoão Caldeira (PCV) Partido dos Corinthianos Vagabundos- 0%
Mário Bucci (PAU) Partido da Abertura Universitária- 0%
Otávio Silvares (PNT) Partido dos Não-Trabalhadores- 0%

23 de out de 2008

SEGUNDO TURNO EM SP




Max, faça como eu e vote 69.

Boa madrugada, eu Não sou casado, nem tenho filhos.

Kassab? Aquele bonecão nas ruas fode a sensibilidade de qualquer um.

Esse e outras já estão no ar em mais um podcast do Androceu. Acessem. Casados, virgens, lésbicos, todos!

20 de out de 2008

Haja visto o funeral ao vivo

Nunca na história deste país um seqüestrador se utilizou com tamanha perspicácia da mídia, e, infelizmente, vice-versa. Nunca na história deste país um seqüestrador foi entrevistado ao vivo, memórias de um cárcere privado e midiático.
Nunca na história deste país uma adolescente teve seu último suspiro terreno, seus últimos passos, narrados ao vivo pela mídia. Nunca na história deste país um enterro foi tão mórbido.
Nunca na história deste país a mídia mostrou sua verdadeira face, coveira.

17 de out de 2008

Onde já se viu?

_ Onde já se viu? Ele tinha 19 anos; ela, 12! É claro que não daria certo...
 
_É, só louco mesmo!
 
_E onde já se viu!? Querer matar alguém que se ama! Pô, se você ama alguém, você não vai matar, né!?
 
_Onde já se viu!?
 
_Onde já se viu!!??
 
_Onde! já! se! viu!!!???
 
 
======================
 
E, das redações de jornais do país, o senso comum se prolifera e toma a sociedade de assalto. Como nunca se viu. 


Conheça já o Windows Live Spaces, o site de relacionamentos do Messenger! Crie já o seu!

Mídia nativa, mais uma vez, ridícula.

Agora que as duas garotas foram baleadas no “CASO LINDEMBERG”, como em breve a mídia alcunhará, uma repórter da TV Globo pergunta a médica sobre o tratamento psicológico e se as garotas disseram algo! Estão baleadas! E além do mais, o que a mídia nativa esteve a fazer cobrindo o evento ao vivo? Para quê?

É tão ridículo e não adianta falar em espetacularizaçao, pois ela esta demasiado clara neste evento. Gravar o nebuloso Sr. Dantas sendo algemado e o Sr. Pitta algemados causou celeumas na mídia. Este caso, então, devia cassar a concessão, seguindo a mesma lógica, a do falso moralismo. [NÃO VOU JUGAR A POLÍCIA, QUE ME PARECE ATABALHODA, POR FALTA DE INFORMAÇÕES NESTE SENTIDO]

O “CASO LINDEMBERG” nos trouxe uma notícia, talvez a única digna de matérias em jornais, TVs, revistas e compêndios. Câmeras, gravadores e microfones disparam tiros. Na cabeça, na boca, na alma.

14 de out de 2008

Carta ao Ombudsman

Caro ombudsman,

Em face aos acontecimentos do último domingo, quando a Folha S. Paulo foi expropriada pelos mais torpes interesses mercadológicos, manifesto meu desagravo com o atual momento deste que se disse "de rabo preso com o leitor", "a serviço do Brasil", ou o primeiro a noticiar as Diretas Já.

Foi com tristeza* que não vi notícias, ontem. Nem sua coluna fui ler. Por quê? Porque ontem não chegou jornalismo em minha casa e, sim, publicidade. A que sandices se prestam o departamento comercial da Folha? Quer dizer, então, que as notícias da crise ecônomica da qual o capitalismo Banco do Brasil devia se orgulhar, a eleição municipal paulista são menos importantes que uma propaganda do Banco do Brasil?

Não interessa quanto tenha recebido. A Folha deixou ser expropriada, no caso, pelo Banco do Brasil e, em mais casos, por outros interesses corporativos. As favas o jornalismo.

Com respeito e desagravo,
Luiz H. Mendes, leitor de Folha S. Paulo, o jornal sem-capa.

------------------------------------------------------------------

A resposta do Ombudsman:

Caro Sr. Luiz:

Obrigado pelos seus comentários, que estou encaminhando para os responsáveis pela direção do jornal. Concordo totalmente com o senhor e vou tratar do assunto na coluna de domingo que vem.

Um abraço,
Carlos Eduardo
* Errata: Corrigido às 13:45.

8 de out de 2008

Dissimulando

Perguntaram o que estou esperando

Respondi que não esperava nada até então

Creio que esperavam uma bela resposta chavão

Mas sei que a esperança não me surgirá enquanto eu continuar dissimulando

 

 

 



Conheça já o Windows Live Spaces, o site de relacionamentos do Messenger! Crie já o seu!

7 de out de 2008

ELEIÇÕES ANDROCEUTICAS 2008


Depois de 1 ano de gestão de Bruno de Pierro, o Androceu entra novamente em eleições para a disputa do cargo simbólico de Administrador do Blog. Os candidatos e os seus respectivos partidos são:

Alan Mariasch (PAL) Partido do Alborghetti
Bruno de Pierro (PPT) Partido dos Pseudo Trabalhadores
Carlos Massarico (PX) Partido Xenófobo
Gustavo Silva (PACU) Partido das Coligações Unidas
João Caldeira (PCV) Partido dos Corinthianos Vagabundos
Luiz Mendes (PAFE) Partido Fascista de Esquerda
Mário Bucci (PAU) Partido da Abertura Universitária
Max Fischer (PVC) Partido dos Vagabundos Corinthianos
Otávio Silvares (PNT) Partido dos Não-Trabalhadores
Thomas Pacheco (PPP) Partido dos Paraquedistas Perdidos

Lembrando que nosso incrível debate será transmitido por podcast depois dos resultados do primeiro turno das eleições, que serão feitas na enquete do Blog Androceu dos dias 12 de Outubro a 25 de Outubro. Os leitores podem votar quantas vezes quiser. O segundo turno irá ocorrer durante todo o mês de Novembro.

Carlitos para administrador!


Para você que está cansado de más administrações na história do Blog Androceu, já basta, cansamos! É preciso pulso forte e uma história impecável na política para o novo administrador do Blog. Para isso, eu conto com seu voto de confiança, tenho minhas mãos limpas e muita disposição para tornar o Blog Androceu o maior veículo de informações inúteis deste país. Respeito todos os meus adversários, mas tomo a iniciativa em minha campanha, afinal já basta de confusões e desmandos neste blog. Levanto a bandeira do "Não faz, mas também não rouba!". Agradeço a confiança de meus eleitores e juntos chegaremos lá! Meu nome é Carlitos!

2 de out de 2008

O repique

Não sou tão versado em economia quanto João Villaverde. Por isso, sempre ouço seus comentários econômicos, seja em conversas, e-mails e mesmo em seu blog.
Num dos e-mails que troquei com Harry, o João, manifestei certa preocupação com a rapidez com que real se desvalorizou. Acabo de ler que atingimos R$2,02. Questionei-o da possibilidade de uma pressão inflacionária.
A resposta me tranqüilizou. Ele me disse que se for um repique, tudo bem. Mas esse repique começa a me preocupar. Aliás, toda a economia me preocupa, e isso me incomoda.
Crédito das fotos: http://www.fraudes.org/images/Real_Safe2.gif; Charles Dharapak/AP

Repetição e escrita

No boletim eletrônico Pro Scientiae, feito pelo Núcleo José Reis de Divulgação Científica da ECA-USP, pode-se ler um pequeno texto de Glória Kreinz sobre repetição, escrita e imagem. Reproduzo-o a baixo. Vale a pena dar uma lida, jornalistas!
 
=========================================
 

Imagens e escrita podem representar atos de repetição.Isto desde a época de Platão até os dias atuais.

Quando Jacques Derrida discute a relação escrita/repetição, declara que este processo não trouxe inovações na época de Platão, mas auxiliou uma certa preguiça mental do ser humano, que não mais precisaria usar a memória para guardar fenômenos. Bastaria usar a escrita e escrevê-los.Discute um problema de hoje,que continua a nos preocupar.

No livro A Farmácia de Platão Derrida esclarece que uma vez que já dissemos tudo, tenhamos a paciência de ainda continuar. Se nos estendemos por força do jogo. Se, pois, escrevemos um pouco sobre Platão, que dizia no Fedro, que a escritura só pode repetir, que ela significa (semaínei) sempre o mesmo e que ela é um jogo (paidiá). (DERRIDA, 1997,9)

Assim a repetição continua a acontecer escondida hoje na novidade da performance tecnocrática e nas imagens que nos cercam por todas as cidades. Houve modificações? Será que mostrando transformações aparentes, alicerçada no mundo das imagens, a sociedade informatizada não repete apenas um jogo performático de poder? Quem puder afirmar renovação que nos procure.

 

==========================================



Instale a Barra de Ferramentas com Desktop Search e ganhe EMOTICONS para o Messenger! É GRÁTIS!