31 de jan de 2010

Barbaridade, tche!

Pois uma imagem as vezes pode valer por mil palavras. Ou histórias.

---

E para não perder a viagem, dois ou três versos à companheira feita de água, lúpulo e uma dose de sonhos.

"Se todos fossem
Iguais a você
Que maravilha viver
Uma canção pelo ar
Uma cidade a cantar, a sorrir, a cantar, a pedir
A beleza de amar
Como o sol, como a flor, como a luz
Amar sem mentir, nem sofrer"

(TOM JOBIM)


Valeu JH...

26 de jan de 2010

23 de jan de 2010

Os Três Mal-Amados, João Cabral de Melo Neto

O amor comeu meu nome, minha identidade, meu retrato. O amor comeu minha certidão de idade, minha genealogia, meu endereço. O amor comeu meus cartões de visita. O amor veio e comeu todos os papéis onde eu escrevera meu nome.

O amor comeu minhas roupas, meus lenços, minhas camisas. O amor comeu metros e metros de gravatas. O amor comeu a medida de meus ternos, o número de meus sapatos, o tamanho de meus chapéus. O amor comeu minha altura, meu peso, a cor de meus olhos e de meus cabelos.

O amor comeu meus remédios, minhas receitas médicas, minhas dietas. Comeu minhas aspirinas, minhas ondas-curtas, meus raios-X. Comeu meus testes mentais, meus exames de urina.

O amor comeu na estante todos os meus livros de poesia. Comeu em meus livros de prosa as citações em verso. Comeu no dicionário as palavras que poderiam se juntar em versos.

Faminto, o amor devorou os utensílios de meu uso: pente, navalha, escovas, tesouras de unhas, canivete. Faminto ainda, o amor devorou o uso de meus utensílios: meus banhos frios, a ópera cantada no banheiro, o aquecedor de água de fogo morto mas que parecia uma usina.

O amor comeu as frutas postas sobre a mesa. Bebeu a água dos copos e das quartinhas. Comeu o pão de propósito escondido. Bebeu as lágrimas dos olhos que, ninguém o sabia, estavam cheios de água.

O amor voltou para comer os papéis onde irrefletidamente eu tornara a escrever meu nome.

O amor roeu minha infância, de dedos sujos de tinta, cabelo caindo nos olhos, botinas nunca engraxadas. O amor roeu o menino esquivo, sempre nos cantos, e que riscava os livros, mordia o lápis, andava na rua chutando pedras. Roeu as conversas, junto à bomba de gasolina do largo, com os primos que tudo sabiam sobre passarinhos, sobre uma mulher, sobre marcas de automóvel.

O amor comeu meu Estado e minha cidade. Drenou a água morta dos mangues, aboliu a maré. Comeu os mangues crespos e de folhas duras, comeu o verde ácido das plantas de cana cobrindo os morros regulares, cortados pelas barreiras vermelhas, pelo trenzinho preto, pelas chaminés. Comeu o cheiro de cana cortada e o cheiro de maresia. Comeu até essas coisas de que eu desesperava por não saber falar delas em verso.

O amor comeu até os dias ainda não anunciados nas folhinhas. Comeu os minutos de adiantamento de meu relógio, os anos que as linhas de minha mão asseguravam. Comeu o futuro grande atleta, o futuro grande poeta. Comeu as futuras viagens em volta da terra, as futuras estantes em volta da sala.

O amor comeu minha paz e minha guerra. Meu dia e minha noite. Meu inverno e meu verão. Comeu meu silêncio, minha dor de cabeça, meu medo da morte.

19 de jan de 2010

formspring.me

Ask me anything http://formspring.me/zinequanon

18 de jan de 2010

um

Nem sempre as coisas se repetem. Na minoria das vezes, aquele ônibus pode voltar outro. Aquele copo de vodka, que afastou pra longe o caos que me cercava, jamais voltará como herói. Será, da próxima vez, a merda de um copo com vodka barata dentro.

Acho que é por aí. Se a gente fosse menos exigente, não nos aborreceríamos quando não pudessemos ter novamente algo que deve acontecer apenas uma vez. É... por que nem sempre as coisas se repetem?

Uma vez, Cesar, meu amigo colombiano, que se tornou guru em algum momento, alertou-me dizendo que eu haveria de acreditar que, assim que retornasse para meu país, eu estaria voltando de uma alucinação. Os fatos são estes. A alucinação, esta é uma vez e depois acabou.

14 de jan de 2010

Menor homem do mundo é embaixador de campanha preventiva a favor do exame de próstata

Do Androceu Online

O menor homem do mundo He Pingping (74,61 cm) participou, nesta quinta-feira, 15, de um evento para incentivar homens de 40 anos a se submeterem ao exame de próstata. Pingping, de 53 anos, encabeça a campanha na China, seu país de origem.
Ao lado de Mi Xing Ju, urulogista do pequeno Pingping há mais de duas décadas, o embaixador da campanha disse que jamais deixou de realizar o exame de toque retal, por acreditar ser de extrema importância para o combate ao câncer. "Tem que fazer", declarou.

10 de jan de 2010

Churrasco na Mansão Fischer é sucesso de público


Mario Bucci, colunista deste blog, elogiou a organização do churrasco ao voltar para sua residência no Butantã

Grande número de formandos da turma de 2006 do curso de Jornalismo da PUC-SP acorreu ontem ao bairro paulistano da Lapa, onde ocorreu um agradável churrasco ao longo da tarde.

Além dos membros do renomado blog Androceu, prestigiaram o evento numerosos colegas de turma além de representantes da Comissão de Formatura da referida turma.

Foi servida carne em abundância, acompanhada de saborosa salada e pães frescos, além de bebidas como cerveja, refrigerantes, coolers de vodka e tequila.

4 de jan de 2010

Começo promissor

Corinthians 5 x 0 Araguaína-TO – 1ª rodada

Conquistar tudo. Esse é o principal desejo da torcida corinthiana no ano que marca o centenário do clube. Sete vezes campeão da Copa São Paulo de Futebol Júnior, a popular Copinha, o Corinthians começou bem a luta pelo oitavo caneco da principal competição sub-18 do país.
Em busca do bicampeonato, o time do Parque São Jorge goleou o Araguaína-TO por 5 a 0 na Arena da Fonte Luminosa, em Araraquara. Com o resultado, lidera o Grupo K da competição.
Antes da crônica do jogo em si, um breve parêntese sobre a novíssima arena da cidade. Considerada a 33ª melhor cidade de São Paulo para se morar, o governo local gastou cerca de 25 milhões de reais do contribuinte aumentando a capacidade do lugar. O argumento utilizado é que o histórico estádio não estava conseguindo suportar a gigantesca média de 3 mil torcedores da Ferroviária, seu principal time, na segunda divisão do estadual. Das duas, uma: ou há grana sobrando nos cofres públicos ou há interesses obscuros por trás disso tudo, mas vamos deixar essa parte para o nosso Luiz “Juca Kfouri” Mendes analisar.
Com a temperatura batendo na casa dos 30 graus (e os relógios marcando nove da noite), o Corinthians iniciou a partida cadenciando o ritmo e precisou menos de 10 minutos para abrir o marcador. Jadson, emprestado por Mano Menezes à equipe, cobrou falta pela esquerda e Willian, que promete ser uma grata surpresa no ataque alvinegro, apareceu por trás da zaga para cabecear e fazer o primeiro gol do centenário.
O segundo gol surgiu oito minutos depois, mais uma vez pelo alto. Jadson mostrou precisão ao bater escanteio e Willian aproveitou a saída mal feita do goleiro Roberto para ampliar a vantagem.
Com dois gols de vantagem, o Corinthians voltou a cadenciar o jogo e viu Iris, um dos zagueiros do time de Tocantins, ser expulso aos 38 do primeiro tempo em atitude equivocada do juiz da partida. Com um a menos, o Tourão do Norte, como é conhecido o time do Norte, sequer ameaçou reação e passou o restante do jogo correndo atrás dos passes corintianos, que irritaram boa parte da torcida “comum” que lotou as arquibancadas do estádio.
Sai a cadencia, entra a velocidade. Com esse pensamento o Corinthians voltou para o segundo tempo querendo atender o desejo da torcida de ver uma goleada logo no primeiro jogo da torcida. E não teve que esperar muito.
Aos 10 minutos do segundo tempo, Taubaté recebeu lançamento de Jadson, invadiu a área, afastou a marcação com o corpo e tocou no canto direito de Roberto Aos 30 minutos, Dodô bateu rasteiro pela esquerda, Roberto espalmou para o meio da área e Jadson, o grande nome do jogo, tocou, marcando o quarto. A goleada foi consolidada aos 42 minutos do segundo tempo, quando Jonatan deu grande passe para Elias, deixando-o na cara do gol. O jogador invadiu a área e, com frieza, tocou firme pelo alto na saída de Roberto para fechar a festa alvinegra no interior paulista.
As equipes do Grupo K voltam a campo na próxima quarta-feira, na Arena Fonte Luminosa. A Ferroviária, que venceu seu jogo de estreia por dois a zero, pega o Araguaína-TO, enquanto o Corinthians encara o Vila Aurora-MT.

Os outros: Considerado a principal pedra no caminho do octa alvinegro na opinião desse modesto cronista, o São Bento foi derrotado em sua estreia na Copinha. O Azulão perdeu por 2 a 0 para o Barueri e ocupa a lanterna do grupo B. O São Paulo também já fez sua estréia e sapecou uma sonora goleada por 4 a 0 no CSA pelo grupo H. Palmeiras e Santos ainda não jogaram.

3 de jan de 2010

EDITAL: CONVOCAÇÃO DE ELEIÇÃO


Miss Russia, Estados Unidos e Sérvia já confirmaram presença na festa da democracia androceutica.

O androceutico Max Fischer, também conhecido como Guimax, Capo di tutti i capi e Lenda Viva, dentre outros títulos, faz uso de suas atribuições estatutárias e declara aberto o primeiro turno para o cargo de presidente das organizações Androceu para o ano de 2010.
A eleição é abençoada pelo sufrágio universal, as belas moças da foto acima e por São Cirilo, o padroeiro da causa Androceutica. A eleição será decidida de forma democrática através da votação em nossa enquete, que pode ser vista da barra direita do Blog. Todos os membros do Androceu estão concorrendo, tirando o Bruno, que é o atual presidente e não pode concorrer a segunda reeleição, segundo o atual estatuto.
O primeiro turno acaba em exatos 30 dias, ou seja, no dia 3 de fevereiro de 2010. Os três candidatos mais votados competem entre si no segundo turno, que se inicia no dia 4 de fevereiro e finaliza no dia 4 do mês seguinte. Durante o segundo turno teremos o nosso tradicional debate em evento que será marcado na Massão Androceu ou no bar mais próximo.
Vale lembrar que o estatuto permite UMA postagem no blog fazendo propaganda eleitoral, além de difusão da mensagem de cada chapa através de twitter, MSN ou qualquer meio de comunicação.

Boa sorte para todos os candidatos.

E agora, Carlitos?



Fonte: Site oficial do jogador.
Clique aqui para conhecer a página oficial de Sebastían Abreu.

2 de jan de 2010