2 de out de 2008

O repique

Não sou tão versado em economia quanto João Villaverde. Por isso, sempre ouço seus comentários econômicos, seja em conversas, e-mails e mesmo em seu blog.
Num dos e-mails que troquei com Harry, o João, manifestei certa preocupação com a rapidez com que real se desvalorizou. Acabo de ler que atingimos R$2,02. Questionei-o da possibilidade de uma pressão inflacionária.
A resposta me tranqüilizou. Ele me disse que se for um repique, tudo bem. Mas esse repique começa a me preocupar. Aliás, toda a economia me preocupa, e isso me incomoda.
Crédito das fotos: http://www.fraudes.org/images/Real_Safe2.gif; Charles Dharapak/AP

2 comentários:

Max disse...

2,20 e com uma freeway para chegar aos 5...

João Villaverde disse...

O dólar fechou a R$ 2,31. O problema não é a cotação. Em 2006 estava a R$ 2,31, e ninguém reclamava de inflação. A questão está no repique sim. Desde agosto o real sofreu uma maxidesvalorização de 29%.

O governo tem de intervir se o repique persistir por muito tempo. Por enquanto tem de ajudar os exportadores que precisam de dólares e não estão achando.

No mais é manter a paciência. Quem causou tudo isso que se vire, certo?