19 de jan de 2008

500 toques

Bruno: Agora que é ano novo, posso escrever, finalmente, sobre o meu ano de 2007?
Editor-chefe duende que mora debaixo da minha cama: Olha, se isso te deixar feliz, até pode. Mas não recomendo.
Bruno: Por que?
Editor-chefe duende que mora debaixo da minha cama: Ah, cara...Se liga, bicho! Pra que ficar remoendo as coisas que já passaram?
Bruno: Não, não vou remoer nada. Vou escrever. Não moer...
Editor-chefe duende que mora debaixo da minha cama: Ora, ora, ora...Temos um piadista aqui entre nós, então?
Bruno: Ah, cala a boca!
Editor-chefe duende que mora debaixo da minha cama: Ei! Esqueceu que sou seu chefe!? Posso demitir você!
Bruno: É...e esqueceu que você mora no meu quarto? Posso despejar você!
Editor-chefe duende que mora debaixo da minha cama: Ta, ta....Quer escrever, escreva! Mas se fosse você, passaria a se concentrar mais no que está por vir.
Bruno: E o que está por vir? O que o futuro me reserva?
Editor-chefe duende que mora debaixo da minha cama: Muita grana, fama, mulheres...
Bruno: Sério?
Editor-chefe duende que mora debaixo da minha cama: Não.
Bruno: ...
Editor-chefe duende que mora debaixo da minha cama: Não chora, não! Sabe...Quando eu tinha a sua idade, garoto, queria também ficar refletindo sobre meus erros e acertos. Mas se eu não tivesse acordado a tempo, hoje eu seria um daqueles duendes “malacabados” que estão desempregados por aí...Que não servem nem para aparecer para os maconheiros mais vagabundos que se tem por aí, muito menos para serem manequim de anão de jardim...
Bruno: Quer dizer que tenho que sempre olhar para frente?
Editor-chefe duende que mora debaixo da minha cama: Exato!
Bruno: Ah, não sei se vai dar...
Editor-chefe duende que mora debaixo da minha cama: Por que???
Bruno: E se o que quero está atrás de mim? E se ela se sentar na cadeira de trás? E se alguém me chamar e eu tiver que olhar para trás?
Editor-chefe duende que mora debaixo da minha cama: Aí você não responde! E segue sua vida!
Bruno: Vou tentar... Mas mesmo assim, quero escrever algo sobre 2007.
Editor-chefe duende que mora debaixo da minha cama: Ok! Vá lá, escreva! Concedo a você uns 500 toques, apenas! HAHAHAHAHAHAHAHHAHAHA (risadas diabólicas e sarcásticas...)

500 toques para eu falar sobre 2007: “Bom, então, 2007 foi um ano, né? Um ano muito...muito...Como posso dizer? Estranho? Sim, estranho! Tipo, várias coisas aconteceram de novo. Umas boas, outras más...Mas não penso assim, ‘bom’ e ‘mau’. Não podemos classificar os acontecimentos desta maneira. Aprendemos e crescemos com qualquer coisa que nos aconteça. E...

Editor-chefe duende que mora debaixo da minha cama: Já se passaram de 300 toques, jornalista!

“Ok, ok! Bom, e, assim como qualquer momento da minha vida, encontrei pessoas que me marcaram mesmo, sabe? Mas meus amigos, aqueles que estudaram comigo desde a primeira série...nossa...esses são pra sempre! Mas uma pessoa também foi muito especial, nem sei o que dizer...

Editor-chefe duende que mora debaixo da minha cama: Certo, certo...chega, acabou!
Bruno: Mas faltou algo!
Editor-chefe duende que mora debaixo da minha cama: Sinto muito, amigo! É melhor assim, acredite.
Bruno: É...melhor eu ir procurar minha psicóloga. A psicologia não tem essa frescura e essa palhaçada de toques!
Editor-chefe duende que mora debaixo da minha cama: Sim, pois vá, então! Mas lhe garanto uma coisa: esses 500 toques foram suficientes! Ouviu???

3 comentários:

Max disse...

Eu sei como resolver o seu problema e do seu editor: É só vc sentar no fundo...

Zine Qua Non disse...

Uau...
Não sou só eu que acredita em duendes...
IUPIEEEEEEEEEEE...
Eu também tenho alguns em meu quarto. Eles escondem minhas coisas, mas também me dão idéias legais quando estou quase dormindo.
Eles são legais!
O mais legal é o de chapéu verde, irmão do de chapéu azul, primo da de chapéu laranja...
Incríveis!

Zine Qua Non disse...

Não, não fumei, nem cheirei, nem injetei (é com "j" mesmo, né!?)...