11 de set de 2009

Os próximos jornalistas

Quase quatro anos depois, formar-se-ão arrogantes, prepotentes, cansados e tristes jornalistas. Que diante do pensamento amolecem, perdem-se no que acreditam ser conhecimento adquirido. Sabem que os de lá, que os aguardam ansiosos, querendo apenas palavras, são o objetivo final e, ao mesmo tempo, nada.

Serão um bando de jornalistas. Que num dia de frio, ou quente, tanto faz, escreverá alguma coisa, não importantando se está frio ou quente. Tanto faz. E também não será importante saber do resto, que assim foi denominado - resto inútil - tudo o que podem tirar deles a paz.

O salário é a meta.




Pensando bem, isso dá um texto.

continua...

2 comentários:

Max disse...

A piada é velha, mas casa como uma luva com a primeira frase.
Como um jornalista se mata?
Sobe no alto do seu ego e pula lá de cima ;-).

Alan disse...

"formar-se-ão arrogantes, prepotentes, cansados e tristes jornalistas"
E sem diploma...