16 de fev de 2010

Com desfile “perfeito”, Rosas é campeã em SP

A fórmula parece que deu certo. Com fantasias luxuosas, muitos adereços e um samba-enredo de fácil assimilação, a escola de samba Rosas de Ouro venceu o Carnaval de 2010 de São Paulo. Com o curioso enredo "Cacau: Um grão precioso que virou chocolate sem dúvida, se transformou no melhor presente!" levou a história do chocolate à avenida e trouxe o troféu à escola dando fim a um jejum de 16 anos.
E não foi um titulo fácil, apesar de atingir a pontuação máxima. Até a última nota, a escola da Freguesia do Ó estava empatada com a Mocidade Alegre, que tentava o bi. Porém, graças a um 9,75 a sorte acabou sorrindo à escola azul e rosa.
Para quem quiser assistir ao vivo o desfile da campeã, a Rosas voltará a Avenida do Samba nesta sexta-feira (19) a partir das 22 horas, no Sambódromo Anhembi. Os ingressos já estão a venda.

Ouça o samba-enredo da escola vencedora de 2010:





E a Gaviões?, vai vir alguém me perguntar daqui a pouquinho no MSN, então vamos adiantar o serviço por aqui...

Eles prometeram um grande desfile e cumpriram com a palavra, contudo não foi o bastante para levar o quinto caneco para bairro do Bom Retiro. Acabaram em quinto lugar com 1,25 ponto a menos que as Rosas de Ouro.
Na minha visão houveram três falhas que colocaram o carnaval em xeque: A primeira coisa foi a comissão de frente que falava sobre a paixão da torcida. Realmente foi uma comissão muito bonita e tudo mais, mas na minha visão pensando em termos enredo seria mais interessante fazer da comissão de frente a fundação do time sobre a luz de um lampião.
E não foi esse o único erro do enredo. Houve exatas sete alas sobre os últimos três anos e acabaram esquecendo de homenagear grandes jogadores como Neco, Pequeno Polegar e Neto, por exemplo. E o terceiro erro foi justamente apostar na figura de Ronaldo como destaque do último carro. Na minha visão seria muito mais interessante em termos de enredo e de evolução fazer um carro sobre as futuras glórias ou sobre a espera para a comemoração do bicentenário do clube.
Um quarto ponto negativo para a Gaviões é a já (infelizmente) tradição de quase quebrar o sambódromo após receber uma nota ruim e depois reclamarem de perseguição e bla bla bla.
Ah e já aproveito para dar os parabéns para a Mancha Verde. Não vi o desfile completo e tenho sérias dúvidas se eles mereceram alguns 10,principalmente nos quesitos alegorias e fantasias. Porém, o simples fato de colocar o presidente de honra de uma escola arquirrival como destaque de um dos carros fazem as críticas se tornarem pequenas diante da grandeza de espírito do ato.

Um comentário:

Thiago "Branco" disse...

Começou o centenário!