21 de mai de 2009

Passagem da guarda

- Toma, o filho é seu.

Ele olhou a criança de olhos verdes e cabelos negros e não pensou duas vezes. Jogou ela de cima da ponto em que se encontravam e foi ao bar mais próximo encher a cara de cerveja. Afinal, era aquilo que importava mesmo, ou não?

Para quem conseguir entender...

2 comentários:

bruno disse...

me superou.

carlitos disse...

eu entendi tudinho