16 de mar de 2009

certeza

Bruno: Voce tem certeza?
Ela: Nao sei ao certo ainda...
Bruno: Era tudo o que eu queria saber.
Ela: Sei que tem que acontecer.


E, depois, levantaram; trancaram bem as portas, apagaram a luz. A certeza, portas trancadas e luz apagada. Ninguem poderia invadir a casa, e se o fizesse nao conseguiria enchergar os obstaculos pelo caminho.

Nenhum comentário: