15 de abr de 2008

EXCLUSIVO: Professor da Comfil culpa Arbex e Raquel pela crise

Em conversa presenciada com exclusividade por esse androcêutico, dois professores da Comfil (cujos nomes desconheço) debatiam sobre a recente crise no Departamento de Jornalismo da PUC.
Um deles tinha ácidas críticas à ex-coordenadora Raquel: “Imagine se acontecesse comigo. Se eu aprovasse uma aluna porque ela é do movimento estudantil e terceirizasse as aulas de alguém, eu tava na rua”.
O colega ouvia atentamente e concordava com tudo. O crítico seguiu: “Eles ficam inventando história de que a Reitoria quer desestabilizar o departamento. Só defendem a Raquel porque ela é amiga do Arbex e simpatiza com os alunos militantes”.
O sigilo marcou o tom dessa conversa. O corajoso professor sempre olhava para os lados antes de falar.
É interessante notar como os inimigos da Raquel vão muito além da Nani, do Cypriano e do Wladyr. Por medo de represálias ou para não conturbarem ainda mais o ambiente, eles omitem suas opiniões. Mas isso não acaba com o enorme descontentamento com a última gestão do curso de Jornalismo.
E a previsão de boicote aos críticos da Raquel infelizmente se concretizou: Nani e Cypriano foram excluídos da Semana de Jornalismo desse ano. A turma do CA, patrocinada por Arbex, Hamilton, Raquel, Mieli, etc, foi responsável por essa terrível censura. Aproveitando o vocabulário deles, podemos dizer que foi uma atitude fascista e reacionária, digna dos anos mais repressivos do regime militar brasileiro.
Contaminada por esse maniqueísmo desagradável, a Semana deve seguir a mesma linha dos anos anteriores. A tradicional ausência de debates e de pluralidade de opiniões deve imperar, com seus convidados concordando em quase tudo sobre os mesmos assuntos de sempre.

Um comentário:

carlitos disse...

apoio plenamente meu caro companheiro alan, que como eu possui uma ideologia de centro. parabens por ser o primeiro a noticiar esse fato. dentro de pouco tempo postarei meu dossie sobre o assunto no androceu