29 de jul de 2009

E agora, Kassab?


Não tenho muita simpatia por Kassab nem pelo seu partido e também nunca votaria nele. Mas acho que decisão de banir os fretados da área central de São Paulo é correta. Já era hora de regular o setor e organizar os pontos de parada e as rotas desses milhares de ônibus. Mesmo sendo época de férias, já percebemos uma pequena melhora no trânsito. E eu não tenho do que reclamar: agora há mais opções de transporte público para voltar do trabalho.
Mas essa é só a parte boa da história. A prefeitura até teve boas intenções ao restringir a circulação dos fretados, mas um péssimo planejamento provocou novos transtornos: filas intermináveis nos novos bolsões de estacionamento desses ônibus especiais, muitos deles em pequenas ruas residenciais; metrô e trens superlotados; e manifestações dos usuários, que já conseguiram que a Avenida Berrini ficasse de fora dessa nova regra.
Na pressa e sem um estudo adequado, Kassab trocou um problema por outro. Claro que há um período de adaptação, que pode demorar semanas. Mas o verdadeiro teste chegará quando as aulas voltarem: até lá, espero que organizem melhor os pontos de parada, coloquem mais ônibus públicos nos horários de pico e (o mais difícil), convençam os executivos da classe AAA a deixar seus carros na garagem na maior parte da semana.
Como nada disso vai acontecer, vamos aguardar um segundo semestre com fortes emoções e buzinas.

Nenhum comentário: