19 de ago de 2010

Partido da Procrastinação Brasileira

Brasileiros e brasileiras, apresentamos um partido novo, uma nova opção no espectro democrático androcêutico: o PPB (a gente até ia escrever o nome completo, mas é meio longo demais).

E a grande vantagem deste nosso novo partido é que você já sabe como ele vai atuar, ou melhor, o que ele vai fazer.

Nada.

Sim, nada. Não porque não temos capacidade, ou porque faltam recursos, ou até mesmo por interesses escusos, mas sim porque a gente achou melhor deixar para depois.

Numa primeira impressão, esse nada pode parecer ruim. Mas vamos deixar claro: é nada mesmo. Nada bom, nada ruim.

Nossa honestidade não é advinda do nosso caráter ou dos nossos princípios, mas simplesmente porque ser desonesto dá um trabalho danado.

Nepotismo? Pô, mas aquele sobrinho tá tão bem, tão sossegado. Se ele quiser, ele dá uma ligada. Caixa 2? Na segunda a gente começa. Superfaturamento de obras? Sério mesmo? Tem que ligar praquele monte de empreiteiras, porra, em novembro eu vejo isso aí. Comprar votos na periferia? Então, eu até ia fazer isso hoje, mas aí tinha um filme tão legal na TV, e aí, quando vi, já era quase cinco. E nesse tem muito trânsito, né? Nem compensa sair de casa.

Eventualmente começaremos uma obra aqui ou acolá. Começar, porque terminar são outros quinhentos. Cumprir prazos também. São quatro anos de mandato, a gente tem mesmo que se preocupar com isso agora?

Nossos chefes de campanha até pensaram em umas propostas, mas disseram que vão colocar no papel na semana que vem. Eles também listaram alguns ataques aos outros candidatos, mas ficaram jogando Farmville e Mafia Wars, e quando viram, já tava meio tarde, aí resolveram ir dormir e deixar pra depois.

PPB – um partido sincero, porque esse negócio de mentir é um troço muito trabalhoso.

PPB- um partido que vai te representar exatamente do jeito que você é.


a gente até ia fazer um logo melhorzinho, mas deu preguiça.


Um comentário:

carlitos disse...

esse partido mais parece o tiririca, pior que tá não fica. hahah.