9 de abr de 2008

DF-002, 2005 / SP-270, 2008

Foi como voltar três anos no relógio. Só que desta vez, o Lago Sul é a Granja Julieta. Proporcionalmente, é quase a mesma coisa. Ainda preciso passar por uma rodovia estadual para voltar pra casa.
Voltei no tempo, por quase duas horas. Os mesmos charutos, o cheiro forte de café, os mesmos nomes de antes na conversa que ainda não mudou. O Toyota estacionado, ainda o adesivo do controle.
E nesse diálogo sem data de validade, quase neutro, perceber que três anos passaram tão depressa que eu não vi. E que depois de nem ver passar, a gente consegue sentir tudo isso tão rápido. Quase um ano já foi desde a última conversa.
Uma vontade quase masoquista de consertar tudo depressa. Uma pressa de desamarrar as pontas que estavam amarradas. Pra que essa urgência toda? O nosso papo é o mesmo do ano passado, mas agora eu falo tudo ao contrário e vou desdizendo o que a gente falou antes.
Tem jeito? Sempre tem. Afinal, amigo é pra essas coisas. E pela primeira vez, desde que eu fui correndo me esconder no Lago Sul e voltei pra casa achando que ia ficar tudo bem, pela primeira vez eu quase chorei.

...

Ela me disse que é que nem uma bomba, e que é uma questão de tempo até explodir. Que é assim mesmo e vai acontecer que nem antes, mas o tempo varia. Não tem mais nada pra fazer. Uma hora explode.

3 comentários:

Max disse...

Du caraio Mário.

Como sempre ;p

Fenridal disse...

See Please Here

Estabilizador e Nobreak disse...

Hello. This post is likeable, and your blog is very interesting, congratulations :-). I will add in my blogroll =). If possible gives a last there on my blog, it is about the Estabilizador e Nobreak, I hope you enjoy. The address is http://estabilizador-e-nobreak.blogspot.com. A hug.