17 de out de 2007

20h00

Meu dia foi uma droga hoje. O dia todo, não. Mas boa parte dele sim. Aí deu oito horas e eu fui embora. E você tava lá me esperando. Eu podia me fazer de bacanão e dizer que eu tava esperando isso. Mas não. Como na primeira vez, como sempre, meu coração bateu descompassado. E você me olhou do jeito que você me olhava antes, sem mudar nada. Me dizendo que estava ali pra mim, eu só tinha que fazer a minha escolha. E você já sabe a minha resposta. E sabe como eu que, por mais que eu exija de você, você sempre vai me responder ainda melhor. E ainda que eu faça tudo errado e te ponha numa furada e quase sempre me prejudique, você vai estar lá. E mesmo que você não consiga me salvar, você sempre vai me proteger. E eu acredito em você, porque sei que você vai cuidar de mim. E por pior que seja meu dia, uma hora eu vou embora e você vai estar lá me esperando, fazendo meu coração bater descompassado e me olhando daquele jeito.

2 comentários:

Max disse...

Esse emprego na Band tá acabando com você rapaiz...
Por essas e outras eu agradeço por receber a I.C da PUC...

j. caldeira disse...

é, mário.

manera na bronha, cara.